Vila Real Santo António
ERA Vila Real Santo António

NOTÍCIAS

Festival do Contrabando em Alcoutim 2019

 
26 MARÇO 2019
 
O Nordeste Algarvio é um território marcado geograficamente e historicamente, pelo rio Guadiana. Região serrana por natureza, apresenta um típico relevo ondulante, proporcionando paisagens de distinta beleza, cheias de luz, vida e cor. Em tempos idos, foram inúmeras as atividades praticadas e desenvolvidas neste cenário de fronteira natural entre Portugal e Espanha. Este facto foi visto pela população local como um mundo de oportunidades, onde sempre existiu uma familiar convivialidade, marcada por trocas comerciais e laços afetivos que ajudaram a criar uma identidade local.

 Aromas de café, amêndoa, tabaco, sons de acordeão e fandangos, estórias de paixões além fronteira, azáfama nos mercados rurais da serra, combinações secretas nas tabernas da região, originam conflitos onde se misturam sentimentos, interesses e sonhos. O contrabandista com as sacas pesadas que carregam às costas não transportam só mercadorias que passam a fronteira … levam sonhos, fantasias e a ambição de uma vida melhor.

 O contrabando é memória coletiva, intemporal, e regressa à região com a importância que se atribui ao património cultural, a identidade social conquista uma dinâmica original envolta na arte e cultura.

 De 24 a 26 de março realiza-se a primeira edição do Festival do Contrabando em Alcoutim (Portugal) e Sanlúcar de Guadiana (Espanha) oferecendo a todos os visitantes dias repletos de animação, história, artes e cultura, são muitas as atividades disponíveis nestes dias.

 A paisagem fronteiriça que desafiava os destemidos na passagem de mercadorias, agora é palco de vários projetos culturais que transportam para o interior das populações e seus visitantes, os sonhos e ambições, trazendo até à Vila Raiana uma oferta cultural que desafia todas as condicionantes existentes.

 O festival apresenta a todos os visitantes, um mercado de época, gastronomia local, desfiles etnográficos, teatro de rua, bandas de música de rua, oficinas de artesanato e muita mais animação

 Com uma programação repleta de atrativos, o evento apresenta:

 
Ponte Flutuante

24, 25 e 26 de março - Sujeito a horários de passagem

Durante muitos anos as populações locais poderiam fazer suas as palavras da letra de uma canção famosa dos Jáfumega, banda de música portuguesa dos anos 80:

“…A ponte é uma passagem

p´rá outra margem

Desafio pairando sobre o rio

a ponte é uma miragem...”

Um sonho antigo de Alcoutim e Sanlúcar de Guadiana, ter uma ponte que os une…Na realidade não há maior elemento que una as duas vilas que o próprio Rio Guadiana. Rio que é a razão da sua existência, outrora grande autoestrada do Sul, que aqui fez com que chegassem grandes civilizações, este presente em toda a histórias destas duas vilas gêmeas como se referiu a elas José Saramago.

O Guadiana que nos inspira com a sua imponência natural, que atrai marinheiros de todo o mundo, caminhantes em busca do ar tranquilo do campo, que foi outrora a grande barreira a ultrapassar por esses heróis agora homenageados, os contrabandistas, que deixou distantes os laços familiares de muitas gentes da raia, fronteira que teve fechada por outras razões que para aqui não são chamadas!

A ponte…as pontes…não são uma miragem! Elas existem na nossa mente, são sonhos ansiados de união, de diálogo, de amizade, que podem fazer-se realidade…

“ Os sonhos das comunidades locais também se concretizam!”

Durante o Festival do Contrabando poderá atravessar a Ponte flutuante Transfronteiriça Alcoutim Sanlúcar de Guadiana – Sujeito a horários de passagem